Boa leitura

O próspero comércio de objetos ungidos



Warning: Wrong parameter count for strstr() in /var/www/vhosts/palavradaverdade.com/public_html/novo/wp-content/plugins/allow-php-execute/allow-php-execute.php(13) : eval()’d code on line 41
O desvirtuamento do genuíno evangelho começou nos primórdios do Cristianismo, ainda nos tempos dos apóstolos. Jesus foi o primeiro a advertir: “E surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos” (Mateus 24.11). Estamos vivendo o cumprimento dessa profecia. Multiplicam-se os vendilhões do templo, severamente repreendidos por Jesus: “E, entrando no templo, começou a expulsar todos os que nele vendiam e compravam, dizendo-lhes: Está escrito: A minha casa é casa de oração; mas vós fizestes dela covil de salteadores [ladrões]” (Lucas 19.45-46).

Os escritores da Bíblia continuaram advertindo: “Houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição e negarão o Senhor, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E, por avareza, farão de vós negócio com palavras fingid.1-3).

O comércio de objetos ungidos começou há uns trinta anos. Funciona da seguinte forma: a igreja compra no mercado um objeto e o revende às ovelhas por um preço exorbitante. O lucro pode chegar a mais de 1.000%. O trabalho de marketing consiste em informar que a mercadoria foi “ungida” pelos ungidos de Deus. Assim, a vassoura ungida se transforma numa poderosa ferramenta capaz de varrer toda a sujeira espiritual da família.

Dentre as mais antigas heresias, citamos (1) Venda de terreno no céu – Os fiéis assinam um contrato com Deus, autenticado pelos pastores. Daí eles passam a ser sócios de Deus e fazem jus a um terreno no céu. Essa heresia começou há uns trinta anos e continua até hoje. Os falsos mestres desceram a um nível tal de degradação que fazem questão de gravar suas heresias. Vejam o vídeo do contrato com Deus:

(1) Uso do sal grosso – Consiste em usar o sal grosso, “ungido”, ao redor da casa, dentro da bolsa, em qualquer lugar. Ele afugenta o mal. Tem origem na feitiçaria. “Simpatias” com sal grosso servem para anular energias negativas, ter sucesso na vida, conseguir prosperidade, afastar rival, etc.

(2) O cajado de Moisés e a pedra de Israel – Fizeram sucesso. Em razão do elevado preço, quem conseguisse comprar um cajado teria prosperidade garantida.

(3) Xampu – O xampu ungido serve para afastar os maus pensamentos. Heresia repugnante. Veja o vídeo: https://youtu.be/NlXknNgIRUw

(4) Vassouras – Servem para varrer toda sujeira espiritual da família. Preço: R$1.000,00. Vídeo: https://youtu.be/kTrTPQjVEko

(5) Canetas – Para passar em concursos públicos. Vídeo: https://youtu.be/jOnq9_OxrOQ

(6) Suco de uva – Simbolizando o sangue de Cristo, para purificação. Uma garrafa: R$1.000,00.

(7) Água potável, tomada por Moisés – Em promoção: de R$190,00 por R$130,00, o copo. Vídeo: https://youtu.be/eCwqAHtym3s

(8) A lista é extensa. Encontrei vídeos em que são vendidos por preços exorbitantes: tijolos, cimento, colher de pedreiro, martelo, sabão, meias, sabão em pó, chulé ungido, travesseiros.

Vídeo: https://youtu.be/tK5YeD1IpK4

Os falsos mestres estão afastando o rebanho da sã doutrina. Jesus advertiu: “Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus” (Mateus 22.29). Ensinam o rebanho a confiar em amuletos, em objetos, em vez de depositar a sua confiança no Senhor, que disse: “Tudo quanto pedirdes em oração, crendo, o recebereis” (Mateus 21.22); “Alegra-te no Senhor e ele satisfará os desejos do teu coração; entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará” (Salmos 37.4-5).

Escrito por: Pr. Airton Evangelista da Costa