Boa leitura

O Ministério Voz da Verdade diz que a doutrina da Santíssima Trindade é diabólica


Ministério Voz da Verdade nega a Santíssima Trindade e o batismo em nome do tríduo Pai, Filho e Espírito Santo

Pr. Joaquim de Andrade

O CONJUNTO VOZ DA VERDADE É MODALISTA. ESTATUTOS DO CONJUNTO VOZ DA VERDADE E SEU MANUAL DE BATISMO O artigo 10.a do estatuto da Igreja Voz da Verdade diz: “O batismo é processado nas águas por imersão, e conforme os apóstolos efetuavam. S. Mateus 28.19 – Atos cap. 2:38: não invocar títulos ou formalismo de homens: mas invocar o nome de Deus que é Jesus (Atos 22.16 – Cl. 3.1 – Mt 1.21-23 – João 1.1-3 v. 10 e 11). 10.b – “… Cremos na singularidade de Deus em que cuja unicidade é patente conforme afirma a Bíblia Sagrada”. 10.c – “A base fundamental desta Igreja, é crer e ter fé em Jesus Cristo aceitando-o como único e exclusivo Deus…”. No artigo 11 mencionam quatro finalidades da instituição, sendo as três últimas: “Fazer notório o nome de Deus na terra o. Fazer notória a Unicidade de Deus, Batizar as almas, pecadores arrependidos, invocando o nome de Jesus”. No próprio estatuto é manifesto o batismo em nome de Jesus e o unicismo de Deus. No manual de batismo, apostila escrita pelo próprio fundador. A Instrução Inicial Pró-Batismo, na pergunta da questão 10: “Qual é o significado da palavra trindade?

Responde da seguinte maneira: “a) Associação de três pessoas com pensamentos iguais; b) teoria religiosa de intenção carnal e diabólica com o sentido de alimentar uma ilusão de satanás que teve a pretensão de pluralizar a plenitude da divindade; e c) decreto religioso por parte do clero no Conselho de Nicéia no ano de 325 DC”. As respostas as perguntas 11 a 13 são uma exposição do modalismo. Como, pois, vamos admitir que tais pessoas cantem e preguem em nossos púlpitos ou até mesmo apresentem suas músicas em nossas igrejas visto que zombam de nós? REFUTAÇÃO BÍBLICA DO UNICISMO O unicismo é contrário à doutrina dos evangélicos. O nosso Cremos, publicado em cada edição do jornal Mensageiro da Paz, órgão oficial da Convenção Geral das Assembléias de Deus do Brasil – CGADB, diz no primeiro artigo de fé: “Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo” = Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29. Antes de tudo, é bom que se saiba que o nome “Deus” é uma polissemia (nome com mais de um significado), na Bíblia. Ele se aplica ao Pai sozinho (Fl 2.11), da mesma forma ao Filho (I Jo 5.20) e ao Espírito Santo (At 5.3,4). Aparece, na maioria das vezes, com referência a Trindade (Dt 6.4). Isso também ocorre com o nome Yahweh (Jeová ou Senhor em nossas versões da Bíblia). Aplica-se ao Pai sozinho (Sl 110.1), ao Filho (comp. Is 40.3; Mt 3.3) e ao Espírito Santo (Ez 8.1-3).

Escrito por: Autores Diversos